BNP Paribas Cardif Brasil

História do Seguro

 

“Seguro morreu de velho”: o dito popular está certo, seguro não é coisa nova. A história do seguro mostra que ele foi criado muito tempo atrás, na antiguidade.

 

camelo    No ano 1800 antes de Cristo o código de Hamurabi, na Babilônia, já previa  que os navegadores deviam ajudar uns aos outros caso algum deles perdesse o navio em alguma tempestade. No século XIII a.C., também na Babilônia, os comerciantes rateavam as despesas quando um deles perdia um camelo na travessia do deserto.

Além dos babilônios, outros povos, os hebreus e os fenícios, se uniam em grupos para dividir os custos de uma possível perda de embarcação.
     
aperto de mãos   Chamamos de mutualismo essa união entre pessoas para divisão de perdas inesperadas, imprevistas. Foi assim que começaram os seguros e houveram muitos outros exemplos até conhecermos o seguro como ele é hoje.
     
coração     Muita coisa mudou, mas alguns princípios não mudam.  Hoje os seguros não são contratos com seus colegas de caravana pelo deserto e sim com companhias de seguros, mas continua sendo regra que o risco deve ser incerto, que deve haver boa-fé e que todos os envolvidos devem cumprir o que foi combinado.

 

 

icone doc    

 

Por isso, consulte sempre as regras do seu seguro e faça questão de entender tudo.

Se você tem seguro BNP Paribas Cardif, consulte a área de condições gerais deste site.