BNP Paribas Cardif Brasil

BNP Paribas Cardif do Brasil obtém resultado recorde em 2011

- 04/09/2012

 


  • Faturamento saltou de R$ 639 milhões para R$ 919 milhões em relação a 2010
  • No mesmo ritmo, o lucro antes dos impostos avançou 48%, de R$ 58,8 milhões para R$ 87,2 milhões
  • Estratégia para fortalecer o negócio dos parceiros e maior participação no setor automotivo impulsionaram o desempenho recorde


São Paulo, março de 2012 - A BNP Paribas Cardif do Brasil, subsidiária do BNP Paribas Cardif, braço segurador do BNP Paribas, um dos bancos com melhor classificação em todo o mundo, obteve em 2011 o melhor resultado dos seus 12 anos de história no País. Enquanto o mercado de seguros cresceu 17%, segundo dados da Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais (CNseg), a companhia deu um salto de 44% em seu faturamento: de R$ 639 milhões em 2010 passou para R$ 919 milhões no ano passado.

 

A soma reflete o comportamento de suas quatro empresas: Cardif Vida faturou R$ 609,5 milhões, avanço de 58% frente a 2010; Cardif Garantias chegou a R$ 156,3 milhões, crescimento de 29%; Luizaseg - joint venture com a rede varejista Magazine Luiza - obteve R$ 152,8 milhões, aumento de 16%; e Cardif Capitalização, cujo resultado está consolidado em Cardif Vida, atingiu R$ 35,6 milhões, 462% a mais do que o ano anterior.

 

Segundo o presidente da BNP Paribas Cardif do Brasil, Alexandre Boccia, o resultado recorde é fruto do esforço da Cardif em colaborar para que seus parceiros aumentem sua eficiência em canais de distribuição e vendas, trabalhando em conjunto formas eficientes de comercializar seus produtos. A ideia é discutir toda a cadeia de distribuição do parceiro para que ele alcance o melhor resultado de vendas.

 

"O crescimento deriva da estratégia que adotamos para fortalecer o negócio dos nossos parceiros. Como distribuímos nossos produtos por meio de importantes empresas do mercado, percebemos que as ajudando a melhorar sua experiência de venda, incrementamos a fidelização dos clientes às suas marcas e, consequentemente, seu negócio fica mais rentável. A ação nos proporciona retorno positivo, já que estas empresas tornam-se mais aptas a comercializar nossos seguros, de uma forma simples e qualificada. É um modelo que beneficia as duas partes, pois o sucesso do nosso parceiro é o nosso sucesso", ressalta.

 

De acordo com Boccia, essa estratégia faz parte de um plano de ação que a companhia começou a executar em 2009. O objetivo era atingir R$ 1 bilhão até 2013, resultado alcançado com dois anos de antecedência. "Superamos a meta que havíamos estipulado e isso foi consequência da estratégia de diversificação de produtos; segmentação; investimento forte em treinamento nos pontos de venda; ferramentas exclusivas de incentivo; e desenvolvimento de novos produtos para empresas com as quais já trabalhávamos. Sempre tendo em vista as particularidades dos setores dos nossos parceiros, pois a capacidade de entender suas necessidades e oferecer as melhores soluções para seu negócio é nossa prioridade", afirma.

 

Lucro

 

O lucro da BNP Paribas Cardif do Brasil acompanhou seu desempenho positivo em 2011. O resultado antes dos impostos passou de R$ 58,8 milhões para R$ 87,2 milhões, o que representa um salto de 48%. Novamente, a performance é relativa ao resultado conquistado pelas quatro empresas: Cardif Vida alcançou lucro de R$ 56,2 milhões; Cardif Garantias R$ 5,8 milhões; Luizaseg R$ 25,1 milhões; e Cardif Capitalização 3,8 milhões, resultado já consolidado em Cardif Vida.

 

"O aumento da nossa participação no mercado automotivo foi o carro-chefe do resultado recorde. O setor obteve crescimento expressivo em 2011 e, como somos parceiros dos principais bancos de montadora e financeiras especializadas, acompanhamos o ritmo aquecido. Também tivemos ótimos resultados no setor de varejo e com a companhia de capitalização", afirma Boccia. Segundo o presidente, essa maior participação no setor automotivo provém das estratégias de distribuição da empresa, que tornaram a penetração de seus produtos no segmento muito maior do que nos anos anteriores.

 

Apesar de o grande propulsor da companhia em 2011 ter sido o setor de automóveis, as frentes de varejo e bancos e financeiras também tiveram comportamento positivo, com a conquista de novos parceiros; desenvolvimento de novos produtos; aumento de oferta de produtos nos pontos de venda; e apoio à venda por meio dos canais de marketing - como e-mail marketing, SMS, mala direta e telemarketing ativo.

 

Mercado promissor

 

Atualmente o Brasil é um importante mercado da BNP Paribas Cardif. Em termos de operação é um dos países de maior destaque mundial. Além disso, dispõe de um enorme espaço para crescer, diferentemente do mercado de seguros na Europa, já mais maduro. "Nossa boa expectativa de expansão baseia-se também na possibilidade que o mercado brasileiro nos abre: País se desenvolvendo, desemprego em baixa e consumo aquecido", sinaliza.

 

Em relação a novos produtos, Boccia diz que 2012 terá novidades. "Vamos expandir a atuação da Cardif Capitalização e alavancar a comercialização dos produtos de varejo por meio do e-commerce". Para os próximos cinco anos, o plano de atuação da companhia é fortalecer todas as estratégias de sucesso da BNP Paribas Cardif do Brasil, "que em 2011 consagraram seu melhor resultado", conclui o presidente.



Faça o download do comunicado de imprensa (PDF - 265.63 Ko)